Mini orquídea

Mini orquídea

476

Montei um pequeno arranjo só com uma mini phalaenopsis, um vasinho de vidro charmosinho e 3 pedras brancas assim: tirei a orquídea do vaso original com quase nada do substrato e posicionei no centro do vaso, usando as pedras entre as raízes da planta para mantê-la em equilíbrio. Para regar, um pouquinho de água em spray todo dia. Cuido da mesma forma que a flor de tamanho original. Uma vez por mês aplico um spray de fertilizante próprio para as orquídeas.

Deixo dentro de casa enquanto houver flores, depois levo para o jardim em um vaso com cascas de pinus como substrato para aguardar a próxima floração, regando uma ou duas vezes por semana e mantendo a periodicidade do fertilizante.

Uma forma de regar as orquídeas que já ouvi falar mas ainda não experimentei, é colocar uma pedrinha de gelo sobre o substrato das mini orquídeas ou três cubos para as plantas maiores, uma vez por semana. Essa seria a quantidade exata de água necessária e, com o derretimento lento do gelo, a planta teria o tempo de absorver o que precisa. Só não se deve deixar o cubo de gelo encostar na planta. (Se alguém faz assim e dá certo, me conte nos comentários, ok?!)

Dica: o melhor lugar para deixar sua orquídea é aquele onde a luminosidade é adequada para manter o verde das folhas em seu tom original: manchas e amarelados podem indicar queimaduras de sol ou luz em excesso e folhas em verde muito escuro precisam de mais luz.

10895189_350799068458451_1728225724_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *